Tendências do Jornalismo Cultural em Portugal

Partilho abaixo a apresentação em .ppt da minha comunicação no VI Sopcom. Disponibilizarei em breve o texto respectivo no link “artigos” deste blogue. No que respeita ao balanço de todos os congressos, o blogue oficial do evento e o Indústrias Culturais publicaram excelentes resumos.

Resumo

Definir jornalismo cultural é uma tarefa complexa, dadas as várias concepções existentes, em parte suportadas pela própria complexidade do termo “cultura”. Contribui também para esta dificuldade a coexistência de textos jornalísticos e exclusivamente literários ou ensaísticos nas páginas culturais, a vasta gama de publicações onde “existe” jornalismo cultural, desde o suplemento de um diário a uma revista académica e, por fim, as diferentes perspectivas de cultura que os media praticam.

Hoje, a concepção de jornalismo cultural não é unânime nos media mundiais e portugueses. Algumas publicações optam por uma abordagem “clássica”; outras, por uma cultura de tendências e alargada aos produtos das indústrias culturais e criativas.

Quais são, assim, as tendências do jornalismo cultural em Portugal? Este é o ponto de partida para esta comunicação.

[slideshare id=1313405&doc=tendenciasjornalismoculturalportugal-090419172720-phpapp01]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*