Estudo Obercom: “Cinema nos Múltiplos Ecrãs”

(04/02/2011) O consumo de cinema pelos portugueses não mudou muito nos últimos dois anos, de acordo com o mais recente relatório do Observatório de Comunicação, intitulado “Cinema nos Múltiplos Ecrãs”.

Os respectivos indicadores confirmam as tendências já antes evidenciadas na edição de 2008: a televisão continua a ser a plataforma mais utilizada para consumo de filmes, seguida pelo DVD e pelas salas de cinema. Mantêm-se assimetrias no consumo de cinema que se evidenciam no cruzamento com a escolaridade, a idade e a região, e também com o género. Os filmes de produção nacional apresentam maior taxa de consumo na televisão e, nessa plataforma, pelas faixas de público com menor grau de escolaridade – dado que parece sugerir a importância de factores facilitadores combinados (tecnológicos e linguísticos) no acesso deste segmento da população aos filmes. Os resultados do inquérito sugerem ainda a pertinência de se explorar futuramente as relações entre a actividade cinematográfica e outros sectores da cultura e da economia, em particular o do turismo.

Fonte: Obercom

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*