A velha nova questão dos paywalls e como financiar o jornalismo digital

(05/01/2011) “When a paper abandons the standard paywall strategy, it gives up on selling news as a simple transaction. Instead, it must also appeal to its readers’ non-financial and non-transactional motivations: loyalty, gratitude, dedication to the mission, a sense of identification with the paper, an urge to preserve it as an institution rather than a business“.

Clay Shirky defende que 2012 será o ano em que os jornais digitais irão desistir de tratar as notícias como produtos e os leitores como clientes. Refere-se, lá está, à velha nova questão dos paywalls. Vale a pena ler o artigo e os respectivos comentários. Mas não é o único a dizer isso (e é fácil não o ser, já que os paywalls não funcionam desde, praticamente, o início). Bobbie Johnson também faz um balanço interessante com vários exemplos.

Continuo a achar que um modelo de negócio a considerar para o jornalismo digital é aquele que congrega publicidade, serviços, produtos especiais (como e-books), filantropia, doações dos leitores e, principalmente, bom jornalismo, assente numa perspectiva sem fins lucrativos. A esse propósito, Clara Jeffery, co-editora do Mother Jones, anuncia quais são as apostas das organizações de notícias sem fins lucrativos para 2012.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*