leya

Desta vez, compre um livro para si.

(21/05/2012) Na semana passada, estive no Porto no III ICMC e aproveitei um dos intervalos para comprar o livro de João Ricardo Pedro, “O teu rosto será o último“, que venceu o prémio Leya 2011. Entrei numa livraria de média dimensão, peguei no livro e dirigi-me ao balcão para pagar. O diálogo que se segue é o mais fidedigno possível…

“É para oferta?”, perguntou.

“Não”, respondi.

“Mas quer um talão de oferta?”, insistiu.

“Não, o livro é para mim…”, retorqui, já um pouco surpreendida.

“Uhm… Então é melhor guardar o talão caso queira trocar”, afirmou assertivamente.

“Mas eu não vou trocar o livro. É para mim… Porque é que me está a fazer tantas perguntas? É tão surpreendente alguém comprar um livro para si própria?” (Não foi bem isto que disse, não tão assertivamente, pelo menos.)

“Infelizmente, sim!”, respondeu.

 

Bom, tendência ou não, lembrei-me imediatamente de um headline para uma campanha de publicidade (não me importo que alguém lhe pegue): “Desta vez, compre um livro para si”. E, bem a propósito, o livro que comprei mereceu mesmo ser lido.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*