O peso do sector cultural e criativo em Portugal e na Europa

Dois recentes estudos contrariam a ideia, infelizmente ainda generalizada em Portugal, de que as indústrias culturais e criativas são pouco rentáveis: “A cultura e a criatividade na internacionalização da economia portuguesa – relatório final”, da autoria de Augusto Mateus & Associados e promovido pela Secretaria de Estado da Cultura, e “Survey on access to finance for cultural and creative sectors – evaluate the financial gap of diferente cultural and creative sectors to support the impact assessment of the creative Europe programme”, preparado pela IDEA e Ecorys para a Comissão Europeia.

A propósito de ambos, sugiro as seguintes leituras:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


*