cimode

Call for Papers # I Congresso Internacional de Moda e Design

(03/04/2012) Está aberto até 15 de Abril o prazo de submissão de artigos para o I CIMODE – Congresso Internacional de Moda e Design, que vai ter lugar em Guimarães, entre 5 e 7 de Novembro de 2012.

O CIMODE é organizado pelo Departamento de Engenharia Têxtil da Universidade do Minho em conjunto com a ABEPEM – Associação Brasileira de Estudos e Pesquisa em Moda.

pedro

Moda Lisboa #4: Ricardo Andrez, Marques’ Almeida, Ricardo Dourado, Pedro Pedro, Alexandra Moura e Filipe Faísca.

(15/03/2012)

Moda Lisboa Review #4: Inverno 2013.

 

Ricardo Andrez

Conceito: Rock Hudson.

Silhueta: sportswear.

O melhor:  a ousadia.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Marques’ Almeida

Conceito: estética grunge e anos 90’s fora de contexto.

Silhueta: oversize, descontraída e juvenil.

O melhor:  os apontamentos em amarelo ácido sobre preto.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Ricardo Dourado

Conceito: o universo de Asap Rocky.

Silhueta: oversize, com grandes volumetrias e contrastes.

O melhor:  a aposta na (primeira) colecção para homem.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Pedro Pedro

Conceito: “Urban Mix”.

Silhueta: streetwear.

O melhor: o mash-up de conceitos, materiais e imaginários; enfim, tudo.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Alexandra Moura

Conceito: “Agri… doce”.

Silhueta: romântica, estruturada e rígida.

O melhor: a convergência entre o rural e o urbano.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Filipe Faísca 

Conceito: “Luto”.

Silhueta: estruturada.

O melhor: os materiais utilizados (crepe georgette elástico, duplo crepe em seda, mousseline, entre outros).

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

A apresentação das colecções Inverno 2013 na Moda Lisboa decorreu entre 8 e 11 de Março de 2012.

Créditos das fotografias: associação Moda Lisboa.

vieira

Moda Lisboa #3: Valentim Quaresma, Os Burgueses, Daniel Dinis, Maria Gambina, Piotr Drzal, Miguel Vieira, Nuno Baltazar e Nuno Gama

(15/03/2012)

Moda Lisboa Review #3: Inverno 2013

Valentim Quaresma

Conceito: o vírus como forma de propagação em ideias e formas.

O melhor: a coesão da colecção.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Os Burgueses (Eleutério e Mia)

Conceito: “Uma ópera para o Novo Mundo”.

Silhueta: estruturas fluidas, com predomínio de pretos, cinzas, azul escuro e vermelho.

O melhor: todos os coordenados com vermelho e a aplicação do estilo aviador em peças  muito femininas.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Daniel Dinis

Conceito: Mongólia, Tibete e Peter Doig recriados.

Silhueta: sportswear.

O melhor: as peças recicladas.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Maria Gambina

Conceito: “Otherness”.

Silhueta: em “Y”, onde o curto e o largo se conjugam.

O melhor: a componente gráfica.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Piotr Drzal

Conceito: “Go, Now, Here”.

Silhueta: eclética (uma fusão entre o futebol americano e uma versão futurista do gentleman look).

O melhor: a perversão.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Miguel Vieira

Conceito: “Vestir o Fado”.

Silhueta: peças estruturadas no masculino e com silhueta de ampulheta no feminino.

O melhor: o clássico com apontamentos contemporâneos.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Nuno Baltazar

Conceito: Pina Bausch ao som de “The man I love”.

Silhueta: interacções de drapeados e franzidos, e falsas sobreposições.

O melhor: a carga dramática recriada.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

Nuno Gama

Conceito: “Be God’s”

Silhueta: típica de um gentleman urbano.

O melhor: os blazers e os grandes sobretudos.

Os três melhores coordenados:

Veja mais fotografias do desfile aqui.

 

A apresentação das colecções Inverno 2013 na Moda Lisboa decorreu entre 8 e 11 de Março de 2012.

Créditos das fotografias: associação Moda Lisboa.

feature2

Moda Lisboa #2: V!tor, Katty Xiomara, Dino Alves e Ricardo Preto

(12/03/2012)

Moda Lisboa Review: Inverno 2013 (2.º dia)

V!tor 

Conceito:  “Life and Death”

Silhueta: maioritariamente negra, em homenagem a Marina Abramovic.

O melhor: os (poucos) apontamentos de cor em tela preta.

Os três melhores coordenados:

 

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

Katty Xiomara

Conceito: “Futuralma”

Silhueta: texturada e depurada, com acabamentos rendilhados.

O melhor: as cores (lima, nude, malva, royal, entre outras) e a interpretação do conceito em toda a colecção.

Os três melhores coordenados:

 

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

 

Dino Alves

Conceito: “Sombra Brilhante”

Silhueta: austera e fluida, longilínea e justa,  com jogos de cor e padrões.

O melhor: o universo oriental.

Os três melhores coordenados:

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

Ricardo Preto

Conceito: “Luz Atlântica”

Silhueta: inspirada no presente e em Portugal, feminina e leve.

O melhor: as malhas e a capacidade de comercializar a colecção.

Os três melhores coordenados:

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

A apresentação das colecções Inverno 2013 na Moda Lisboa decorreu entre 8 e 11 de Março de 2012.

Créditos das fotografias: Associação ModaLisboa.

feature1

Moda Lisboa #1: SayMyName, White Tent, Lidija Kolovrat e Luís Buchinho

(11/03/2012)

Moda Lisboa Review: Inverno 2013 (1.º dia)

SayMyName

Conceito: os samurais.

Silhueta: Inspiração nos kimonos, top’s oversize e casacos com solidez de uma armadura.

O melhor:  a evolução (positiva) em relação à colecção anterior.

Os três melhores coordenados:

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

White Tent

Conceito: minimal e desportivo.

Silhueta: sobreposições, cortes e jogos de proporção.

O melhor: a combinação dos materiais (e a nova loja on-line).

Os 3 melhores coordenados:

 

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

Lidija Kolovrat

Conceito: “I can see myself in your ways”

Silhueta: envolvência e ênfase na verticalidade; destaque para as golas e as lapelas.

O melhor: os contrastes entre a estrutura e a leveza, assim como a revisitação a muitos moods.

Os três melhores coordenados:

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

 

Luís Buchinho

Conceito: calçada portuguesa.

Silhueta: ênfase nas linhas próximas do corpo e cinturas estreitas.

O melhor: o realce da silhueta feminina, precisamente, e os apontamentos geométricos.

Os três melhores coordenados:

Veja todas as fotografias do desfile aqui.

A apresentação das colecções Inverno 2013 na Moda Lisboa decorreu entre 8 e 11 de Março de 2012.

Créditos das fotografias: Associação ModaLisboa.

pops2012

Serralves procura POPs até 16 de Março de 2012

(23/02/2012) A Loja Serralves lançou a quarta edição POPs – Produtos Originais Portugueses, que dá a oportunidade a jovens criadores de exporem e comercializarem as suas obras. Até 16 de Março, podem ser submetidos projectos nas áreas de Mobiliário, Objectos de Decoração, Acessórios Pessoais e Joalharia de Autor.

Mais informações aqui.

 

8a7fc0ac86dc9af6e4e9d1138cd729c1

Onde encontrar inspiração para criar?

(03/01/2012) No dia-a-dia, tenho um bloco de notas do qual nunca me separo. As ideias para um artigo podem aparecer em qualquer altura: numa esplanada, em conversa com amigos ou na fila do supermercado. No entanto, tenho de admitir que mais de dois terços da inspiração provêm precisamente de outros artigos publicados quer em meios de comunicação quer em blogues e páginas do Facebook.

O difícil não é encontrar as fontes de inspiração. É saber identificá-las e potenciá-las.

A propósito de ideias, alguns criadores de topo de várias indústrias criativas revelaram ao Guardian quais são as suas fontes de inspiração e como as aproveitam ao máximo.

Imagem: é da autoria de Jack e faz parte de uma série de fotografias que retratam o seu pai.

O “efeito-borboleta” de Katty Xiomara

(14/10/2011) Ainda sobre a Moda Lisboa Fashion Week, a colecção que, para mim, reuniu o melhor conceito e representou da melhor maneira o (meu) universo feminino foi a de Katty Xiomara. Ajuda, claro, o facto de eu e a criadora partilharmos o gosto por vestidos e pela fada Oriana. Na colecção Verão 2012, Katty procurou explorar o “efeito borboleta” em peças leves, requintadas, sublinhadas pelo preto e por recortes visuais.

 

A revelação “bonita e intemporal” de Dawid Tomaszewski

(14/10/2011) Na minha opinião, a colecção Verão 2012 de Dawid Tomaszewski  “Vanitas Flowers” –  foi das mais interessantes da passada Moda Lisboa Fashion Week. Tendo como fonte de inspiração a pintura do século XVII, Tomaszewski apresentou uma simbiose de vestidos fluidos em chiffon  – “bonitos e intemporais” – e fatos de inspiração masculina, caracterizada por cores fortes  e flores translúcidas.

De origem polaca, Tomaszewski estudou no London College of Fashion e na Akademie der Kunste, em Berlim. Durante a sua formação, teve oportunidade de trabalhar com Sonia Rykiel e Alexis Mabille. Em 2009, apresentou a sua primeira colecção na Berlin Fashion Week, arrecadando o prémio para  “Jovem Criador”.

 

ModaLisboa – Transfusion (calendário de desfiles)

(6/10/2011) Um calendário de desfiles bem coordenado e um espaço que me enche as medidas (Terreiro do Paço / Pátio da Galé). 
5ª FEIRA
6 OUTUBRO 2011
.
– 17H30 INAUGURAÇÃO NÚCLEO EXPOSITIVO
PAÇOS DO CONCELHO
– 18H30 OS BURGUESES LAB
– 19H30 ALEXANDRA MOURA
– 20H30 PEDRO PEDRO
– 21H30 MARIA GAMBINA
– 22H30 ALVES/GONÇALVES
.
6ª FEIRA
7 OUTUBRO 2011
.
– 18H00 V!TOR LAB
– 19H00 RICARDO PRETO
– 20H00 LUÍS BUCHINHO
– 21H00 CIA MARÍTIMA
– 22H00 ANA SALAZAR
.
SÁBADO
8 OUTUBRO 2011
.
– 14H00 SAYMYNAME LAB
– 15H00 RICARDO ANDREZ LAB
– 16H00 FILIPE FAÍSCA
– 17H00 LIDIJA KOLOVRAT
– 18H00 DAWID TOMASZEWSKI
– 19H00 ADIDAS
– 20H00 WHITE TENT
– 21H30 NUNO BALTAZAR
.
DOMINGO
9 OUTUBRO 2011
.
– 14H00 DANIEL DINIS LAB
– 15H00 MARQUES’ ALMEIDA LAB
– 16H00 KATTY XIOMARA
– 17H00 MIGUEL VIEIRA
– 18H00 ALEKSANDAR PROTIC
– 19H00 NUNO GAMA
– 20H00 RICARDO DOURADO
– 22H00 DINO ALVES
 

Colóquio internacional “Moda & Comunicação”

(14/03/2011) O colóquio internacional “Moda & Comunicação – Discursos e Práticas” decorre nos próximos dias 31 de Março, 1 e 2 de Abril de 2011, no MUDE – Museu do Design e da Moda. Com o objectivo de abrir o fenómeno da moda à reflexão, o evento está organizado em cinco mesas-redondas: “Discurso, memória, performance”, “Instituição, ensino, indústria”, “Identidade, máscara, festa”, “Imagem, ornamento, território” e “Moda de marca / moda de autor”.

No dia 1 de Abril, às 10h00, será apresentada a última edição da Revista de Comunicação e Linguagens, editada pelo CECL (Centro de Estudos de Comunicação e Linguagem da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa), dedicada ao design.

A participação no colóquio é livre e confere certificado de participação.

O programa está disponível aqui.

vogue

Vogue Fashion´s Night Out – Porquê ir?

Na próxima quinta-feira à noite, 9 de Setembro, a Rua Castilho, a Avenida da Liberdade e a zona do Chiado vão ter as lojas abertas até às 24 horas, com preços de “happy hour”. Esta iniciativa, que se estende a várias capitais do mundo, é promovida pela revista de moda internacional Vogue com o objectivo de revitalizar o prazer de ir às compras. O serão inclui não só preços competitivos, mas também eventos de solidariedade e lazer.

Algumas propostas:

  • o átrio do Tivoli Fórum acolhe uma exposição com criações dos designers nacionais (desde as 13h até às 24h);
  • a Massimo Dutti sorteia um conjunto completo da marca na compra da mala edição limitada do evento;
  • a dupla StoryTailors sorteia um dos seus lindíssimos espartilhos pelos clientes que fizerem compras de valor igual ou superior a 150 €; além disso a loja terá peças com 70% de desconto;
  • a Fashion Clinic sorteia um par de Louboutins;
  • a Gant premeia o cliente com maior volume de compras entre as 19h e as 24h com uma bicicleta Gant City Bike.

 

Além de ser um mote para passear a pé no centro de Lisboa, é sempre bom fazer compras no comércio tradicional. A Vogue divulga na página de facebook do evento as lojas aderentes e os diversos tipos de iniciativa.

lanvin

Lanvin e H & M – porquê?

A H & M, cadeia de pronto-a-vestir sueca, já nos habituou às suas colaborações geniais com designers de renome, como Karl Lagerfeld, Jimmy Choo ou Stella McCartney. A colecção especial Outono-Inverno 2010-2011 contará, desta vez, com Lanvin, a conhecida marca de culto parisiense.

“Como é que a H & M consegue estas parcerias fabulosas?” é a pergunta que tem andado nos media. Alber Elbaz, director criativo da Lanvin, responde “Disse no passado que nunca faria uma colecção para o mercado de massas, mas o que me mas o que me intrigou foi a ideia de a H&M ir ao encontro do luxo e não da Lanvin se tornar mais popular”. Está definido, assim, o posicionamento estratégico da H&M, muito inteligente na minha opinião.

A colecção estará disponível no site da H&M a partir de 2 de Novembro e nas lojas a 23 de Novembro.

alexanderwang1

Hobo Bag de Alexander Wang

Esta “hobo bag” é uma criação do designer de moda que um dia afirmou que “uns jeans e uma t-shirt podem ser tão sexy como um vestido de noite”. Alexander Wang, conhecido pelas suas colecções “grunge girl”, tem vindo a apostar sempre em peças simples que, por qualquer razão, se tornam – sem excepção – geniais.

 É excessivamente cara, mas linda. Mais versões aqui.

bestsundaydress

Best Sunday Dress – marca eco-friendly 100% portuguesa

Ponto n.º 1: é uma marca de moda portuguesa. Ponto n.º 2: é eco-friendly, isto é, cria linhas de vestuário exclusivamente com materiais orgânicos.  Ponto n.º 3: está em saldos.

A colecção Primavera/Verão da Best Sunday Dress, nascida há poucos meses,  assume-se como uma marca urban chic, marcada por peças leves com apontamentos náuticos.

O site deve muito à beleza e à funcionalidade, o número reduzido de peças ainda não permite reflectir um estilo diferenciador, mas está no bom caminho.

estoril fashion festival

Estoril FashionArt Festival

A Moda Lisboa pode ter regressado à capital, mas o bichinho fashion não saiu do Estoril. A primeira edição do Estoril FashionArt Festival, organizada pela Associação ModaLisboa, a Câmara Municipal de Cascais e o Turismo do Estoril, vai realizar-se entre 30 de Junho e 4 de Julho e promete uma programação variada, assente na interligação entre a moda com outras áreas criativas, desde a fotografia ao publishing.


O evento tem, de facto, vários atractivos, dos quais sugiro:

  • instalação de fotografia contemporânea nas fachadas dos principais edifícios de Cascais e Estoril (aproveite para dar um passeio);
  •  exposição Paco Rabanne, patente do Museu Condes de Castro Guimarães até 11 de Julho;
  • desfiles de Aforest Design, Lara Torres, Ricardo Andrez, Vítor e White Tent, na marina de Cascais, dia 1 de Julho, às 22h (é necessário convite);
  • desfile “Eterna é a Noite” (criadores portugueses), na marina de Cascais, dia 2 de Julho, às 22h (é necessário convite);
  • instalação Roryal Vintage Bazar, uma selecção criteriosa de artigos vintage, patente ao público nos dias 3 e 4 de Julho, no Jardim da Parada;
  • selecção de filmes e documentários sobre moda, no auditório Casa das Histórias (ver programa).



    yumi_tshirt

    Puppy Yumi

    As t-shirts estampadas fazem parte das tendências deste Verão. Mas há que escolher bem e procurar as mais originais. A Yumi é uma marca inglesa muito fresca e girly conhecida pelos seus vestidos romantic-chic. Este top pode ser encontrado na Monshowroom ou no site da marca.

     



    ModaLisboa regressa à capital

    Depois de um interregno de cinco anos, a ModaLisboa regressa agora à cidade-mãe. Entre os dias 11 e 14 de Março, o Páteo da Galé, no Terreiro do Paço, acolhe os desfiles Outono-Inverno 2011 de criadores portugueses. “Check Point” é o tema desta 34.ª edição que tem as gémeas Alice e Andreia Contreiras como protagonistas da campanha.

    fio

    CRICAccessories – A escultora portuguesa radicada no México que cita Oscar Wilde nas suas jóias

    Chama-se Cristina Hora ou “Crica” para os amigos… e admiradores das suas jóias. Este diminutivo foi o nome escolhido para a sua marca de joalharia, quando decidiu conjugar a formação em Escultura com a paixão por jóias. Nessa altura, estava já a viver na Cidade do México, para onde se mudou temporariamente com o namorado que trabalha  num reconhecido atelier de arquitectura.

    “One of us must go” e “All art is useless” são célebres frases de Oscar Wilde, que Cristina Hora “cita” nas peças da última colecção intitulada “Wilde Series” (Outono-Inverno 09/10). O acrílico e a madeira são, por enquanto, os materiais que se prestam a explorar melhor os temas.

    O seu processo criativo centra-se precisamente num conceito que explora, depois, desde a forma à composição. As citações de Oscar Wilde ou os animais (da colecção anterior – “The March of the Animals” – Primavera-Verão 08/09) são o ponto de partida para a criação de padrões, que a criadora considera ser o factor diferenciador das suas peças. O resultado são brincos, colares, pregadeiras e pulseiras com composições inovadoras e invulgares.

    Esta mistura de diferentes elementos arquitectónicos, gráficos e esculturais constituem a forma de Cristina Hora criar aquilo a que chama de objectos mágicos, “que excitam os sentidos e estabelecem uma relação íntima com o corpo”. A vertente humorística, que tenta impregnar em cada peça, transparece quer nos padrões imperceptíveis quer nas mensagens ocultas que usa.

    Com pouco mais de dois anos  de existência, a CRICA já está presente na Cidade do México, em Portugal e em Los Angeles. A partir do site, as sucessivas encomendas levam a marca a todo o mundo. No entanto, embora seja uma referência nas mais importantes publicações mexicanas, Cristina Hora está “de olhos mais atentos” na Europa: a sua última conquista profissional foi ter feito parte da mostra POPs da Fundação Serralves. E, embora o México seja um país que adora, pelos contrastes fortes e pela capacidade de a surpreender diariamente, Cristina Hora pretende mesmo voltar para o seu país. 

    Cristina Hora é licenciada em Belas-Artes – Escultura, pela Universidade do Porto. Colaborou com o designer de moda Miguel Flor e deu aulas de Desenho de Figura Humans e Expressão Gráfica na Academia de Moda do Porto. Lançou a CRICAccessories já na Cidade do México.

    Lojas em Portugal com a marca CRICA: loja de Serralves, Bling Bling e Mezzanine (Porto); Anthrop (Coimbra).

    Encomendas via web: www.cricaaccessories.com

    Hoje, apetecia-me ver isto…

    septemberissue_477x199

    Emanuel Ungaro no Estoril Film Festival

    Emanuel Ungaro, um dois maiores criadores de moda do mundo, está hoje presente no Estoril Film Festival, no Centro de Congressos do Estoril. A sua intervenção,  prevista para as 21h00, é subordinada ao tema “Quem dita a moda: Os criadores ou as revistas de moda?”. O mote é dado por September Issue de R.J. Cutler, o polémico documentário que retrata a edição da Vogue de Setembro de 2007 pela editora Anna Wintour. Estreia em Portugal, hoje, às 19h30, no mesmo espaço.

     Aceda ao programa do Estoril Film Festival aqui.

    Valentim Quaresma apresenta hoje a colecção Primavera-Verão 2010 no Zpazio Dual

    Convite VQ front

    O designer de jóias Valentim Quaresma apresenta hoje entre as 19h30 e as 22h00 a colecção Primavera-Verão 2010 no Zpazio Dual, numa organização deste espaço com a associação Art in Parq.

    “True Love” é o tema da colecção deste designer, conhecido pelo seu seu trabalho com Ana Salazar e, sobretudo, pela irreverência das suas criações.  Para quem não conhece o Zpazio Dual, esta é uma boa oportunidade de passar por este espaço, situado na Avenida da República, n.º 41, em Lisboa, que reúne criatividade, venda de automóveis e cozinha gourmet. Além de um showroom de automóveis do grupo Fiat, o espaço  inclui o City Caffè, dirigido pelo Chef italiano Michael Guerrieri, e um open studio do colectivo de artistas “Art in Park” (nos pisos -1 e -2), composto por Ana Fonseca (pintura), Inês Norton de Matos (pintura), Paula Guerreiro (joalharia), Pedro Batista (pintura), Ricardo Quaresma Vieira (fotografia), Rogério Narciso (joalharia), Valentim Quaresma (joalharia), Ricardo Preto (moda), Salomé (pintura) e Daniela Ribeiro (artes plásticas).

    Exposição de joalharia contemporânea portuguesa no Instituto Franco-Portugais

    sardinha_1O Instituto Franco-Portugais acolhe até ao próximo dia 3 de Outubro uma exposição do trabalho de três joalheiros: Miriam Castro, Catarina Silva e Artur Madeira.

    Os três joalheiros são ex-alunos da Ar.Co, mas abordam a joalharia de formas muito díspares. A obra de Miriam Castro assenta na reinvenção de objectos usados e “restos urbanos”; Catarina Silva inspira-se na arte tradicional portuguesa, como os famosos bordados de Viana de Castelo, e Artur Madeira trabalho essencialmente o ouro.

    Fotografia: brinco de Catarina Silva.

    Mais notícias sobre joalharia

    A cultura dos sapatos Melissa (com marketing aromático)

    30299-1003Como já deve ter percebido, amigo leitor, sou uma mulher. E mulher que se preze gosta de sapatos. E mulher que gosta de sapatos deita de vez em quando um olhito à moda e às sapatarias que têm as últimas tendências em sapatos, como a Gardénia, a Prof, a Bandarra, a Zilian, a Camper e por aí fora.

    Um dos últimos gritos – que se arrisca a tornar numa tendência cultural (porque moda também é cultura, meninos velhos do Restelo) – é a marca de sapatos Melissa (totalmente feitos em borracha), ou melhor, sabrinas e sandálias, que até já mereceu um artigo da Joana Amaral Cardoso na Pública. E foi ela que teve a coragem de tocar na ferida… Já lá vamos.

    Eu, num ataque de ovelha, comprei há uns meses umas sabrinas Melissa. Entrei numa sapataria trend, dirigi-me à parte da colecção Melissa e o meu nariz foi invadido por um aroma não muito bom (semelhante ao que tive há uns anos quando entrei pela primeira vez – e última – numa loja da Bershka), que mistura borracha, odores decorrentes da transpiração, etc., etc. Mesmo assim, comprei as ditas (só podia estar com fortes carências emocionais, aquelas que não passam nem com o melhor e mais credível livro de auto-ajuda do mundo, a Bíblia).

    Nos dias frios, com collants pretas, correu tudo bem… Quando chegaram os dias quentes, estas sabrinas – que fazem parte da Colecção Primavera-Verão – tornaram-se nas minhas piores inimigas. Andava 15 minutos e as ditas começavam a escorregar, misturadas com as gotas de suor potenciadas pela borracha que entretanto queimavam a pele. Chegava a casa e as sabrinas iam literalmente para o lavatório. Desisti. E desde então fico a olhar para milhares de pés que se passeiam nestes dias quentes  com sabrinas Melissa e a imaginar… E se lhes acontece alguma coisa e têm de se descalçar no hospital? E se encontram o homem da vida delas, naquele dia, que a convida para dar um passeio à beira-mar… descalça?

    Voltando à Joana Amaral Cardoso, decerto que teve a mesma dúvida porque inquiriu os responsáveis pela marca sobre o cheiro característico dos sapatos. E a resposta foi brilhante: a marca criou esse cheiro propositadamente, misturando aroma de pastilha elástica com óleo de jojoba, e, inclusive, já lançou um perfume com a mesma fragrância e nome.

    No entanto, foi outro argumento da marca que (quase) me convenceu: “Melissa não é um sapato. É um conceito”. Pronto, está tudo esclarecido.

     Fotografia: Vivianne Westwood para Melissa Anglomania


    Balanço da 32.ª edição da ModaLisboa

    pedro_pedroSob o tema “Heartcore”, a 32.ª edição da ModaLisboa decorreu, segundo a Directora da Associação, Eduarda Abbondanza, num ambiente “muito energético” e contrário à crise actual. Pela Cidadela de Cascais desfilaram, entre 12 e 15 de Março, colecções de 20 criadores. Além da cobertura portuguesa, o evento entrou no circuito de muitos blogues e media internacionais desta área.

    Soitu  | Telecinco (blog Chictoochic) | De ropa en ropa  | She said | Whatswear | Hiperfashion

    A cobertura integral do evento está disponível no blogue da Associação ModaLisboa.

     

    Fotografia: coordenado de Pedro Pedro.

     

    Bread & Butter Barcelona – 21 a 23 de Janeiro

    1224252572No contexto do post anterior, o Bread & Butter Barcelona é uma feira internacional que apresenta marcas e criadores de todo o mundo, seleccionados pelo seu design inovador, nas categorias Urban Superior, Sport & Street, Luna Park, Fashion Now e Denim Base.

    A próxima edição é já nos dias 21, 22 e 23 de Janeiro e conta com os seguintes expositores portugueses: Fly London, Hard Hearted Harlot, Katty Xiomara, Lightning Bolt, Lion of Porches, NoBrand, Salsa, Stand Up e Throttleman.

     

    Fotografia: colecção Katty Xiomara – Verão 2009.

    Lara Torres na Semana de Moda de Berlim

    1224254908A criadora Lara Torres está entre os 30 designers de moda seleccionados para o Projekt Gallery Showrooms, durante a Semana de Moda de Berlim, que decorrerá entre 28 de Janeiro e 1 de Fevereiro. Estes showrooms congregam um conjunto de espaços individualizados, funcionando em galerias de arte, no Bairro de Mitte, em oposição às grandes feiras.

     

    Lara Torres estagiou com o joalheiro Stephan Maroschek e os designers Paulo Cravo e Nuno Baltazar. Após ganhar a 9.ª edição do concurso Sangue Novo, teve a oportunidade de trabalhar no atelier de Alexander McQueen. Apresenta desde 2006 as suas colecções na ModaLisboa, num percurso que incluiu também participações no Bread & Butter Barcelona, na Semana de Moda de Berlim e na Feira Blickfang Vienna, onde foi distinguida, em 2007, com o prémio “Melhor Design” na categoria de produto.

     

    Foto: colecção Verão 2009

    ModaLisboa | LojadAtalaia – loja temporária de criadores nacionais

    modalisboa_lojadatalaiaÉ a sugestão da Associação Moda Lisboa para o Natal, a qual subscrevo em prol da promoção das criações nacionais: comprar artigos seleccionados de criadores e designers portugueses na LojadAtalaia, que estará aberta ao público entre 20 de Novembro e 31 de Dezembro.

     

    Criadores nacionais representados: aforest-design, Alves.Gonçalves, Dino Alves, Filipe Faísca, José António Tenente, Katty Xiomara, La Princesa y la Lechuga, Lara Torres, Lidja Kolovrat, Luís Buchinho, Nuno Baltazar, Nuno Gama, Pedro Mourão, Pedro Pedro, Ricardo Dourado, Ricardo Preto, Valentim Quaresma e White Tent.

    MODALISBOA | LOJA DATALAIA
    Rua da Atalaia, 71, Bairro Alto, Lisboa

    20 de Novembro a 31 de Dezembro
    Encerra entre 25 e 29 de Dezembro

    Horário: de Terça-feira a Sábado, das 14h30 às 21h00.

    Artesanatus 2008 II – Liliana Guerreiro (Jóias de autor)

    dsc_5745Muito discreta e tranquila, mas com uma força que a faz estar presente nas mais variadas feiras de artes e ofícios de Portugal e da Europa, Liliana Guerreiro é “a” criadora portuguesa que fez renascer uma arte centenária portuguesa – a filigrana –, revestindo-a de uma contemporaneidade única.

     

    A prata e o ouro são os seus materiais de eleição, coordenando-os, por vezes, com resina epóxica. As suas peças mais premiadas, em fio de filigrana com malha, como o anel da figura, são inspiradas na terminação dos relicários do século XIX. Disse-me, uma vez, que criava todas as jóias a pensar em si – sempre exclusivas – e sentia uma espécie de separação forçada sempre que vendia uma.

     

    As suas peças encontram-se à venda em vários pontos do país e também em locais de referência na Europa, como na loja do Museu Guggenheim de Bilbao, na galeria “V and V” de Viena ou no espaço “Suspiro” de Genebra. Vale a pena uma visita ao seu blogue para conhecer, por exemplo, o seu percurso desde a ESAD, a participação no projecto “Leveza” e os prémios que já distinguiram as suas criações.

     

    (A Liliana Guerreiro vai estar também presente na Artesanatus 2008, entre 12 e 21 de Dezembro, na Praça D. João I, no Porto.)