Quando (ou por que motivo) é que as artes se tornaram notícia?

O novo editor de arte da BBC News, Will Gompertz, não poderia ter escolhido melhor tema para inaugurar a sua jornada: “Quando é que as artes se tornaram notícia?”. Gompertz responde através de uma citação de um poeta do século XIX, ao mesmo tempo que introduz o tipo de jornalismo de artes que pretende praticar na BBC. O artigo pode ser lido no seu blogue.

10 blogues que vou continuar a acompanhar em 2010

Indústrias Culturais É uma referência incontornável para quem gosta de reflectir sobre as indústrias culturais em geral e, em particular, sobre as questões relacionadas com o futuro dos media.

Sound + Vision Criado por Nuno Galopim e João Lopes, o blogue informa e opina sobre música e cinema.

Ponto Media Uma fonte inesgotável de recursos sobre media e jornalismo.

Journalist Tool Box Na sequência do interior, este blogue é literalmente uma caixa de ferramentas para jornalistas.

Science of the Time Os cool hunters têm cada vez mais importância para a comunicação e o marketing. Este blogue reúne as principais tendências “cool” mundiais.

David Report Além dos registos diários sobre design, o blogue publica trimestralmente um “trend report”.

Blogtailors Uma referência sobre edição no contexto livreiro.

Cultura e mercado Uma fonte essencial para pensar a cultura do ponto de vista económico e político.

História, Cultura e Comunicação (J. S. Faro) Professor de Jornalismo Cultural, o seu blogue será provavelmente uma extensão riquíssima das suas aulas e trabalhos académicos.

MagCulture Uma referência para quem é apaixonado por revistas, como eu.

A lista não acaba aqui. Todos os blogues que ocupam o lado direito do ecrã são de consulta obrigatória, por uma ou outra razão.

Magculture – Cultura de Revistas

MAGCULTURESou apaixonada por revistas. Sobretudo as culturais ou de tendências. Sobretudo as independentes, um fenómeno cultural que lá fora é conhecido por “indie”. A este propósito, o blogue “Magculture” é um um recurso excelente para descobrir novas revistas. Focalizado na cultura das magazines, sobretudo visual, o blogue é actualizado por Jeremy Leslie, designer editorial, co-curador do simpósio Colophon (um evento bianual sobre revistas independentes) e autor dos livros “Magculture” e “Issues”.

Retrovisor – um blogue, um livro, um álbum de memórias

Sem título“Nos anos cinquenta, os meus pais fotogravam com uma Kodak Brownie. (…) Lembro-me perfeitamente do ‘caixote’ preto e ligeiramente rugoso. Segurava-se na máquina à altura da cintura e olhava-se por cima para enquadrar.”

Vera Futscher Pereira (Retrovisor)

 

Gosto de blogues de memórias. Daquelas que atravessam gerações, que contam estórias e a História. É um voyerismo saudável e enriquecedor quer para os leitores que para os autores. São muitas as vezes que me apetece partilhar a vida da minha avó materna (de origens nórdicas), que deixou uma vida de vestidos novos ao Domingo para fugir com o meu avô, um funileiro que a encantou por ser mais louro que os dinamarqueses, mas que a tornou pobre e deserdada. Ou a do meu avô paterno, cuja carreira de flautista o levou, porventura, a morrer pelas cantigas de amor.

 

Por isso, foi com especial carinho que percorri o blogue “Retrovisor”, de Vera Futscher Pereira, montra do livro que lançou há muito pouco tempo, “Retrovisor ? um Álbum de Família”, e que alterna com algumas passagens e artigos de outros autores.

 Como se pode ler no resumo do livro, “A notoriedade pública de Vasco Futscher Pereira, diplomata e ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, permite-nos descortinar o lado privado de uma família que girou pelo mundo ao ritmo dos interesses internacionais de Portugal e dos conflitos do século XX.”, mas a riqueza deste livro provirá, decerto, do espólio fotográfico e verbal (cadernos de notas, manuscritos, recortes de imprensa, folhetos, etc., alguns com mais de cem anos), que Vera Futscher, filha, decidiu “arrumar”.

 Não há dúvida de que será o livro da sua vida.

Mapa Europeu dos Blogues Culturais (e contributos para um projecto pessoal)

mapa_europeu_blogging_cultural

A LabforCulture já disponibilizou o mapa interactivo dos blogues culturais existentes na Europa, que tem estado a ser actualizado diariamente. Infelizmente, só o meu está referenciado em Portugal. Por isso, apelo às inscrições dos vossos blogues culturais para que o mapa interactivo seja verdadeiramente um reflexo do blogging cultural europeu.

 

Podem adicionar o vosso blogue cultural a partir deste link.

 

Declaração de interesse: pretendo, no decorrer da minha investigação académica, seleccionar e entrevistar alguns autores de blogues culturais portugueses. As conclusões poderão fazer parte do capítulo de um livro, elaborado com base na minha tese de mestrado e em investigações recentes. O directório dos blogues culturais bem como as respectivas entrevistas serão também publicados neste blogue. No entanto, a classificação de “blogue cultural” obedece a alguns critérios, que derivam da noção de cultura que defendo, conceito alargado em parte pelas indústrias culturais e criativas. Os bloggers que desejem contribuir para este projecto poderão contactar-me por e-mail ou adicionar o seu blogue ao mapa europeu.

“Os bloggers deveriam ser vistos como jornalistas com competências diferentes”

anneÉ a opinião de Anne Helmond, a quinta entrevistada para o projecto Blogging Cultural na Europa, promovido pela LabforCulture, de que já falei aqui. Esta professora na Universidade de Amesterdão e autora do blogue “New Media Research Blog” dá também umas dicas sobre como profissionalizar o blogging de eventos culturais.

 

Conheçam os restantes entrevistados:

Blogging cultural na Europa

labQuem bloga? Sobre que temas culturais blogam? Para quem? Que registos linguísticos utilizam? Até que ponto são sustentáveis (e sustentados)?

 

É o estudo em destaque da LabforCulture, cujo objectivo é reflectir sobre os blogues europeus que se focalizam na cultura popular e contemporânea: até Junho de 2009, esta plataforma irá publicar semanalmente uma série de entrevistas acerca do tema – já estão on-line duas – e em breve lançará um mapa interactivo da blogosfera europeia. Os resultados do estudo serão compilados e publicados no próprio site.

O poder “insidioso” dos bloggers

408280055_d6bf93564bRod Lurie escreveu um artigo interessante (embora muito “norte-americano”) sobre o poder “insidioso” dos bloggers/repórteres independentes (indie-bloggers), que deriva, em grande parte, da ausência de editores ou advogados que vetem as “estórias”.

 

Pergunto: este poder é mesmo “insidioso” (leia-se “traidor”, “pérfido” ou “dissimulado”)? Os bloggers não serão todos, em essência, “indie” (independentes)? Deveriam os “indie-bloggers” trabalhar com uma rede de segurança?

 

Apelo aos vossos comentários.

"We make money not art" – jornalismo cultural, media cultural ou blogue sobre artes?

0aavitalscenariioiA intersecção entre arte, design e tecnologia é uma das manifestações artísticas por excelência da contemporaneidade. Régine Debatty mantém um blogue, que é já uma referência nesta área – We make money not art. A autora, que escreve também para revistas de arte, como a Art Review (Reino Unido), assume o seu blogue como um meio de comunicação social e lamenta o facto de, muitas vezes, ter dificuldade em obter a credencial jornalística para entrar em eventos. Ora, a relação entre blogues culturais e jornalismo cultural tem levantado polémicas, que até foram discutidas há duas semanas no IV Encontro de Blogues. Como diz Orihuela, há jornalismo em blogues, mas não por serem blogues. No blogue em questão, sou mesmo da opinião de que é não só um meio de comunicação cultural muito bom, com uma audiência que já permite à autora sustentá-lo, como também uma óptima fonte para os jornalistas culturais.

 

(Fotografia: “Vital Signs scenario”, Tobie Kerridge, entrevistado por Régine Debatty)

 

Programa do IV Encontro de Blogues

Decorre nos próximos dias 14 e 15 de Novembro o IV Encontro de Blogues, subordinado ao tema “Blogues e Cultura”, na Universidade Católica Portuguesa. O primeiro dia é desdobrado em três painéis (expostos abaixo) e conta com a presença especial de José Luis Orihuela logo_do_encontro(da Universidade de Navarra, com vasta obra publicada na área); o segundo é dedicado a acções de formação. As inscrições para assistir ainda estão abertas e podem ser feitas através do blogue oficial do evento.

 

Participo neste encontro com uma comunicação integrada no painel “Blogues culturais e educação”.

1º Painel – Blogues e segmentação da blogosfera
11h00-13h00
Moderador: Prof. Fernando Ilharco

 

1) Maria João Nogueira (Portal Sapo) Blogosferas à portuguesa – Universos paralelos

2) Mariana Pinto e Sara Bica (UCP) A Interacção entre os Adolescentes e a Blogosfera – Estudo comparativo entre Oeiras e Caldas da Rainha
3) Pedro Andrade (CECL, UNL) O discurso da wikipedia sobre a blogosfera
4) Carla Cerqueira e Luísa Teresa Ribeiro (Un. Minho)
Os bloggers têm sexo?
Contributo para o mapeamento da participação feminina na blogosfera
5) Ana Paula Lemos (Associação Europa Viva) O blogue como instrumento de comunicação cultural e associativo

6) Catarina Rodrigues (UBI) A informação fragmentada: questões e desafios

 

 

2.º painel – Blogues culturais e educação

14h30 – 16h30

Moderadora: Mestre Carla Ganito

 

 

1) Nuno Galopim ou João Lopes (Sound + Vision)

2) Mário Pires (Retorta) Para uma cultura da colaboração em rede

3) Lauro António
4) Dora Santos Silva (UNL) A “e-Biblioteca de Babel”. Contributos dos blogues culturais para uma ampliação da definição e prática do jornalismo cultural
5) Rogério Santos (UCP)
Blogues, responsabilidade social e comunicação pública

3º Painel – Blogues, cultura e negócio
17h00-18h30
Moderador: Prof. Rogério Santos

 

 

1) Paulo Querido

2) Booktailors Blogues profissionais: a blogosfera como plataforma de comunicação (caso Blogtailors)
3) Ricardo Tomé (RTP)
Os blogues no processo de produção de televisão e rádio
4) Elisabete Barbosa (Un. Minho)
As agências de comunicação portuguesas na blogosfera: temáticas e propósitos
5) Pedro Lains (ICS) Blogues e cultura económica

6) José Gabriel Andrade (CECC, UCP) Blogues como ferramentas da comunicação organizacional